<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=316624529233230&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
assets-25

Duração do Curso

06 anos (12 semestres)

assets-23

Investimento

Mensalidade: R$ 8.151,00

assets-22

Plano de Curso

Carga Horária Total: 8.260 horas

Turno: Integral

Modalidade: Presencial

Grau: Bacharelado

Medicina: O que é?

A Medicina é a área do conhecimento aplicada ao apoio e suporte da vida e da saúde humanas. Seu objetivo é a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de agravos que interferem no bem-estar do ser humano.

Lidar com a vida humana requer um grande senso de responsabilidade, espírito solidário, além de um longo período de estudo para ser um médico, profissional que trabalha em prol da saúde pessoal e coletiva da população.

O que os médicos fazem?

Em quase todas as especialidades, os médicos exercem as seguintes atividades:

  • Recebem e acompanham clientes em consultórios, hospitais, clínicas, empresas, residências e em locais de urgência;
  • Conversam com o paciente e seus familiares para ouvir sua história médica, queixas e descrição dos sintomas;
  • Examinam, auscultam e apalpam o paciente, para determinar o diagnóstico;
  • Realizam exames específicos da sua área de atuação;
  • Requisitam e analisam exames complementares de imagem, laboratoriais e de materiais colhidos pelo próprio médico;
  • Encaminham pacientes a profissionais de outras especialidades, quando necessário;
  • Prescrevem medicamentos, tratamentos e sugerem mudanças de comportamento que podem contribuir para a cura ou melhora do paciente;
  • Mantêm contatos frequentes com outros especialistas que sejam necessários no tratamento de determinadas doenças;
  • Preparam o cliente para cirurgias;
  • Realizam ou acompanham cirurgias e tratamentos de todos os tipos dentro de sua especialidade, algumas dentro do próprio consultório;
  • Acompanham o cliente em pós-operatórios;
  • Mantêm registro de tudo o que diz respeito à vida médica do paciente;
  • Emitem atestados e pareceres;
  • Determinam a causa da morte;
  • Prestam assistência a qualquer pessoa em caso de urgência médica;
  • Comunicam à Saúde Pública casos de doenças contagiosas;
  • Trabalham em equipes multiprofissionais.

Quando se dedica à medicina preventiva, o médico cuida da saúde da população, traçando planos para garantir condições mínimas quanto à alimentação, moradia e hábitos de higiene, prevenindo epidemias e impedindo a disseminação de doenças. Na área acadêmica, realiza pesquisas e atua como professor nas escolas de medicina e hospitais.

O que se aprende na faculdade de Medicina?

No curso de Medicina se discute essencialmente sobre a saúde do corpo humano, desenvolvendo conhecimentos, habilidades e atitudes para que o estudante seja capaz de atuar na cura, tratamento e na prevenção de doenças. São seis anos de curso, geralmente divididos em 12 semestres.

Durante os primeiros semestres do curso de Medicina, os alunos conhecem os fundamentos do funcionamento e da estrutura do corpo humano e a suas particularidades, além de aspectos psicossociais que interferem na saúde das pessoas, em seu conceito mais amplo.  Nos períodos seguintes, o estudante aprende sobre a manifestação das doenças e a sua relação com o corpo humano, seu ambiente, bem como seu tratamento. Conteúdos curriculares relevantes para a formação geral do médico tais como Segurança do Paciente, Habilidades de Comunicação, Educação Ambiental, Educação em Direitos Humanos, Educação das Relações Étnico-Raciais, Ética e Bioética estão contemplados transversalmente no currículo e presentes em vários módulos eletivos e obrigatórios.

A maioria da carga horária é composta de aulas e atividades práticas. Não somente desenvolvida por conhecimentos técnicos da função, a graduação em Medicina também é composta pela compreensão das relações humanas.

Primeiros anos do curso

Nos primeiros anos da formação médica são valorizados os conteúdos considerados fundamentais para a compreensão do processo saúde-doença como biologia celular e molecular, bioquímica, morfologia, fisiologia, imunologia, microbiologia, patologia, semiologia, farmacologia e propedêutica. Porém, entende-se que estes conteúdos devem ser ministrados de forma contextualizada e integrada com a área clínica e a saúde coletiva, em oposição à dissociação básico-clínica, para que o processo de aprendizagem seja mais dinâmico e estimulante.

Fase intermediária do curso

Durante o terceiro e quarto ano a carga horária de atividades práticas é ainda mais significativa, principalmente nos módulos de Clínica Integrada I, II e III, em que são previstas atividades ambulatoriais nas grandes áreas da Medicina: Saúde Mental, Saúde da Criança e Adolescente, Saúde do Adulto e Idoso e Saúde da Mulher, além de treinamento específico em Cirurgia Ambulatorial e Clínica Cirúrgica voltado para a atuação generalista.

Últimos anos do curso

No quinto e sexto anos o aluno colocará em prática tudo o que aprendeu, tendo quase que exclusivamente atividades práticas no estágio curricular obrigatório em serviços conveniados, nos níveis primário, secundário e terciário de atenção, sob supervisão direta dos docentes do próprio curso. É oferecido aos estudantes que integralizam todas as disciplinas dos primeiros 8 períodos do curso, tendo duração de 24 meses.

O curso de Medicina do ITPAC Palmas contempla uma matriz de módulos curriculares, cujas ementas se sustentam numa bibliografia básica, enriquecida com a bibliografia complementar, constituindo-se em referenciais clássicos e atualizados, necessários à efetivação do processo ensino-aprendizagem exigido para a formação profissional pretendida para o egresso. 

Como é o mercado de trabalho em Medicina?

A Medicina é reconhecida por ser uma profissão que proporciona estabilidade financeira. Com o crescimento populacional e com o surgimento de novas doenças, o mercado de trabalho na área médica requer, ao mesmo tempo, profissionais de formação generalista (médico de família, clínico geral, cirurgião geral, pediatra, ginecologista e obstetra) e profissionais altamente especializados para procedimentos e doenças mais específicas. Assim, há oportunidade para o profissional formado nessa área em diversos campos, áreas de atuação e locais, podendo trabalhar em grandes metrópoles ou em pequenas cidades do interior.

Com a maior média salarial entre as profissões tradicionais, dificilmente se encontra um médico que não esteja exercendo sua profissão. Desde a atuação em medicina geral até em especialidades pouco conhecidas, o profissional da Medicina é sempre requisitado devido à vasta demanda na área de saúde. Além dos salários médios maiores e do baixíssimo índice de evasão profissional, a Medicina é a profissão que possui a maior taxa de empregabilidade, atingindo quase 100% dos profissionais que seguem a carreira.

Qual é o perfil profissional do Médico?

O perfil profissional daquele que escolhe atuar em Medicina deve incluir a curiosidade, a necessidade de ajudar os outros, ser reconhecido e de se sentir desafiado. Todavia, nem todos os atributos necessitam estar presentes no perfil do ingressante do curso de Medicina, já que existem diversos caminhos e áreas de atuação na profissão.

Entre as características e habilidades mais apreciadas em um médico, destacam-se:  

  • Empatia: não somente a capacidade de se colocar no lugar do outro, mas de entender e avaliar como o sofrimento do paciente influencia no diagnóstico e no tratamento.
  • Comunicação: a comunicação é vital na carreira médica, pois é o canal de conexão entre o médico e seu paciente. Um médico que não consegue se comunicar terá dificuldades na maioria das áreas da profissão, uma vez que é fundamental para o método clínico.
  • Equilíbrio Emocional: é necessário ter maturidade emocional para lidar com situações emergenciais e complicadas. Ter paciência em situações de risco facilita o processo de tomada de decisões.    
  • Capacidade Analítica: em todos os campos da Medicina e em suas mais de 50 especializações, a capacidade de analisar e apresentar soluções é indispensável. Por mais que toda a esfera do relacionamento humano seja vista como muito relevante, a análise de ambientes, fatos e pessoas é de extrema relevância no contexto da profissão.

É necessário ter em mente que mesmo escolhendo um caminho mais específico dentro da profissão, todo médico deve enxergar com abrangência e integralidade o cuidado da saúde, desde o atendimento médico, dado ao paciente, até a gestão de recursos e pessoas que estão envolvidas em todo o processo de promoção, prevenção e reabilitação da saúde.

O amor pela profissão é de vital importância, pois a rotina é intensa. Desde plantões a horas seguidas de atendimento, ainda como estudante, quem segue a carreira irá se deparar com grandes desafios, que no decorrer de seu plano de carreira o levarão a se tornar um profissional ainda melhor.

Além disso, a Medicina passa por avanços dia após dia, exigindo do profissional constante atualização. Devido à grande complexidade que permeia o organismo humano, o estudante de medicina deve contar com muitas horas de estudo e dedicação. Profissionais despreparados e com uma má formação acadêmica colocam não somente a sua profissão em jogo, mas também a saúde e vida de seus pacientes.

Por que estudar Medicina no ITPAC Palmas?

O profissional médico preparado e com uma boa formação acadêmica é essencial para a sociedade. O curso de Medicina da ITPAC Palmas, além de ter recebido um dos melhores conceitos pelo MEC, conta com um projeto pedagógico, um corpo docente e um ambiente educacional diferenciados, capazes de oferecer o que há de melhor e mais moderno em termos de Educação na área médica.

Sua infraestrutura inclui laboratórios de ensino, de habilidades e de simulação de altíssimo nível, com grande variedade de equipamentos e materiais, permitindo uma vivência completa do aluno no universo da Medicina. 

 

Mais Info +

Total de Vagas: 120 vagas anuais

 

 

Saiba mais!

Se ainda precisa de mais informações para tomar a sua decisão, preencha o formulário que entraremos em contato para tirar todas as suas dúvidas.